O Limite da Escuridão - Jogadores & Personagens


Jogadores & Personagens 

por Filipe Lutalo 

Quando conduzimos uma aventura em eventos, muitas vezes jogamos com pessoas desconhecidas. Entretanto, quando jogamos em casa, temos a possibilidade de jogar com amigos, parentes ou companheiros. Entretanto, todos, sem exceção, guardam um segredo tenebroso no lugar mais fundo da mente chamado: expectativa

Para a aventura O Limite da Escuridão, publicada no RPG Chamado de Cthulhu 6ªEd, cinco jogadores aceitaram o meu convite para arriscar a sanidade. Vamos conhecer as expectativas deles e dos personagens que interpretaram. Afinal, sem jogadores, o RPG é apenas um amontoado de palavras perdidas na escuridão. 


Jéssica Costa

- Profissão: confeiteira.

- Instagram: Duness Confeitaria

- Expectativas em relação ao jogo: “Nunca joguei RPG. Quando recebi o convite, fiquei com um pouco de medo. A aventura superou minhas expectativas, confortável até para iniciantes. Por sorte não morri e não perdi toda minha sanidade.” 

- Personagem: Akia Miler mora em Arkham e iniciou seus estudos na Miskatonik University. Com sua mãe aprendeu vodu. Apesar das roupas chiques, do Alfa-romeu e da riqueza, possui um olho de vidro que choca a todos. Ela perdeu o olho quando criança. Escutava vozes na infância, vozes que ninguém mais escutava. 

Bruno Lemos

- Profissão: professor. 

- Instagram: Catalisa

- Expectativas em relação ao jogo: “Uma aventura cheia de mistérios e suspense com uma narrativa imersiva e muito bem trabalhada.” 

- Personagem: Juan Victor é espanhol. Possui cerca de 1,70m e 58 kg. É bastante magro e tem uma feição jovem. O rosto jovial, esconde seus 28 anos e não revelam que ele é um ótimo professor de Física, atuando na Universidade de Boston. Curioso, já teve mais contato sobrenatural do que gostaria.  

Cris 

- Profissão: analista junior, educadora, estudante de direito. 

- Instagram: - 

- Expectativas em relação ao jogo: “Fiquei ansiosa para jogar com alguém tão experiente e criativo, mesmo porque não tenho muita vivência no RPG. Me surpreendi positivamente e já não vejo a hora de participar do próximo!” 

- Personagem: o professor Joseph Lynch é um pesquisador da paranormalidade. Antropólogo cético, é magro possui cerca de 30 anos. É fascinado por coisas ocultas, apenas para provar que tudo não passa de sugestão hipnótica. Entretanto, olhos vermelhos habitam os seus pesadelos. 

Edusá 

Profissão: Ilustrador/Designer Gráfico. 

Instagram: @edusastudio

Expectativas em relação ao jogo: “Situações ardilosas dentro de uma boa narração. Já conheço o estilo do Filipe em conduzir as narrativas há uns bons anos. Apesar de essa aventura de Call of Chtulhu ser curta (2 sessões), os apuros foram extensos. Não tão frenéticos e imperdoáveis como em suas campanhas de GURPS Cyberpunk e GURPS Fantasy, mas ainda sim bastante desafiante.!” 

- Personagem: a genial Beatrice Miler é pintora de uma vanguarda modernista. Produz quadros que a sensibilidade humana nem sempre entende. Alguns dizem que ela pinta coisas horripilantes. É tida como corajosa e à frente de seu tempo. Decidida e perspicaz. A mais jovem do grupo com apenas 20 anos, 1,60 m e cabelos curtos. 

Natalia 

Profissão: professora de dança. 

Instagram: - 

Expectativas em relação ao jogo: “A melhor expectativa possível! Pelo Filipe já gostar de histórias e narrativas, por conhecer os sentimentos e atitudes humanas e por, desde sempre, me passar uma seriedade ao fazer aquilo que se propõe, bem como um senso de responsabilidade.” 

Personagem: Dave Coke é um ex-policial aposentado por invalidez, fruto da mordida de uma criatura que o deixou manco. Munido de grande força de vontade, passou a atuar como detetive particular. É sensato, bom atirador, porém sabe que, às vezes, ser furtivo é melhor do que ficar sem balas no revolver. 

Filipe Lutalo 

- Profissão: professor de Química, ativista social, escritor e editor do RPGames Brasil. 

- Instagram: RPGames Brasil

- Expectativas em relação ao jogo: “Assustar os jogadores com uma narrativa fluida e colaborativa. Deixar eles insanos dentro e fora do jogo.” 

- Personagem: nenhum e todos. É o Guardião, responsável por interpretar todos os personagens incidentais e narrar a aventura. 

Gostou da apresentação de nossos jogadores e dos personagens? Pela história de cada personagem, qual você escolheria para jogar? Quando joga uma aventura de horror, qual a sua expectativa? Deixe um comentário.




8 comentários:

  1. Aguardando a próxima aventura sombria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jéssica, a prepare o espírito e a sanidade. A próxima aventura, o horror será mais intenso ainda!

      Excluir
  2. Curti o personagem da Cris... e pelo que eu vi de elogios ao narrador e sua aventura deve ter sido épico! nunca joguei call of the cthulhu, queria experimentar qualquer oportunidade dessas.

    há otimo trabalho felipe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Denis, obrigado pelo comentário. Na live que vocês me convidaram, prometi mestrar uma aventura para o grupo Ethernalys. Você já é meu convidado!

      Excluir
  3. Filipe, você como sempre, vem desempenhando um ótimo trabalho, não me recordo de ter visto publicação nesse estilo. Gostei de mais, foi uma sacada genial, em coletar as expectativas dos participantes perante a narrativa, isso faz com que mais pessoas sintam vontade de jogar. Parabéns pelo trabalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Walison, obrigado! Devo confessar que muita coisa eu tenho inspiração por causa da Ethernalys, associação de rpgistas que fazem todos os jogadores se sentirem a vontade.

      Excluir
  4. Conheço há décadas o nível de mestragem do Filipe - se é que existe essa palavra rsrs. E por isso não esperaria nada menos do que uma excelente aventura dele. Por isso eu compartilho da hype da galera, pois realmente deve ter sido uma seção daquelas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado José! Está convidado para a próxima aventura.

      Excluir

Deixe seu comentário. Participe!