Hammerblood 2 - Capítulo XIII


Traver desaparece
(por Filipe Dias)

Após deixarem o santuário élfico e a quimera para trás, nossos incautos aventureiros continuam rumo a Sehill. Ao cair da tarde, encontraram um caverna onde poderiam passar a noite.

A caverna tinha sinais de acampamento. Então o grupo resolveu investigar ao redor a procura de perigo. Eis que à oeste da caverna, uma revoada de pássaros chama a atenção do grupo. Colossos, Wilmorn e Traver foram investigar.

Abaixo de um barranco estava o corpo de uma mulher ferida. Colossos escorregou pelo barranco e foi até a mulher. Quando se ajoelhou ao lado dela, em um movimento rápido, ela colocou a faca em sua garganta. Detrás de uma árvore, um besteiro se adiantou mirando Traver e um terceiro homem com uma espada curta correu para atacar Colossos.

O combate foi rápido. Colossos conseguiu desvencilhar da mulher e deferiu um golpe de machado nela e outro em seu comparsa, deixando-os inconsciente. O besteiro fugiu em disparada.

Ao investigar a mulher, Colossos encontrou um anel, com um anjo incrustado. A jóia era semelhante ao pingente que ele usava no pescoço. Será que era a sua amada que havia caído no mar, após um ataque por piratas bárbaros ao seu navio?

***
Na caverna, a mulher e o homem foram curados por Nihill. Sua magia limitada permitiu apenas que ele estabilizasse os dois.

Quando a mulher acordou, Colossos e o grupo tentaram interroga-la. Ela disse que se chamava Ann que os homens que a acompanhavam eram os seus irmãos. Ela não se lembrava da sua infância, mas apenas do momento que foi resgatada por pescadores nas águas de Sehill.

Dividindo-se em turnos, Araor, Elster, Colossos, Nihill, Berd, Wilmorn e Traver montaram acampamento na caverna. Uma fogueira foi mantida em fogo baixo apenas para dissipar a escuridão e os prisioneiros foram amarrados.

Traver e Nihill ficaram no primeiro turno. Tudo estava calmo, até que Nihill escutou algo fora da caverna.

- Traver, há alguém la fora. Eu escutei passos.

- Irei investigar – falou Traver movido pela sua curiosidade. Sacou sua espada e saiu.

Nihill manteve-se ao lado dos companheiros que dormiam, até que passados alguns minutos começou a desconfiar que Traver não regressaria. Rapidamente, acordou os outros.

- Acordem, rápido – Traver desapareceu.  

2 comentários:

  1. bora montar uma parceria? eu tbm jogo rpg sou de sabará Mg pertim de bh Msn:selmopacheco420@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Podemos, vocês tem algum site ou blog voltado para RPG?

      Excluir