Mostrando postagens com marcador RPG. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador RPG. Mostrar todas as postagens

O Limite da Escuridão - Introdução


Toda aventura precisa de uma boa introdução

por Filipe Lutalo 

Para dar o clima para a aventura e para a campanha, a primeira informação que os jogadores recebem é uma introdução do cenário de jogo. Geralmente, nessa introdução, os jogadores recebem informações gerais sobre o contexto político, fatos históricos de conhecimento geral, etc. 

Quadrinhos e RPG

Ideias para aventuras

por Filipe Lutalo

Nos idos de 2000, minha fissura era os cenários ligados a cyberpunk. Sem conhecimento do cenário, sem internet, recorria aos quadrinhos para me ajudar a desenvolver as aventuras.

A Assombração


Aventura para o Chamado de Cthulhu

- por Filipe Lutalo

Nesse final de semana, concluímos a primeira aventura de Chamado de Cthulhu, intitulada “A Assombração”.

RPGirls em... É pro fantástico?!?


Elas fazem a diferença!

por Filipe Lutalo

Caros rpgamers, hoje trazemos para vocês o grupo RPGirls. Formado apenas por mulheres, elas estão difundindo o RPG em Belo Horizonte, principalmente, entre o público feminino. Só para ter uma ideia do trabalho sério que desenvolvem, elas estão organizando o 1° QJRPGirls. Vamos a entrevista?

GURPS Dungeon Fantasy I


Adventurers

Filipe Lutalo 

Dungeon Fantasy Adventurers. Escrito por Sean Punch, ilustrado por Andy Clarkson, Ed Northcott e Dan Smith. Lançado pela e23 Souucebook para o sistema de RPG GURPS da Steve Jackson Games, Ano 2007, 31 páginas.

GURPS Dungeon Fantasy


Matar, pilhar e queimar 
por Filipe Lutalo 

GURPS Dungeon Fantasy é uma série de livros que levará você e seus personagens para um jogo baseado em exploração de masmorras. Tesouros, combates e armadilhas te esperam.

O que é RPG?

Essa pergunta é velha?

por Filipe Lutalo

A pergunta é tão antiga quanto o jogo. Na década de 70 surgiu uma nova forma de diversão e entretenimento onde os participantes deste “jogo” deixaram de ser apenas jogadores passivos para estarem tornando-se parte de uma lenda criada em torno de uma mesa abastecida por salgadinhos, tendo em mãos dados, lápis, papel e muita criatividade.