Torne-se um bom mestre – Parte II



Motivação, a alma do negócio
(por Filipe Dias)

Mestre, nada na vida é feito sem motivação. Jogar RPG exige pessoas motivadas, mas cada jogador tem uma motivação diferente. Depois de conhecermos os tipos de jogadores, na parteI desse artigo, vamos conhecer a motivação dos atores principais da sua campanha.

Os Power Gamers, geralmente, esperam se sentir recompensados, seja em equipamentos, riqueza ou pontos de experiências. Deixe algo para ser pilhado nos inimigos que foram abatidos. Joias, moedas, um livro de magias que permita ele aprender uma mágica nova, uma arma mágica.

Os Butt-kickers buscam vitória em combates. Combates difíceis que valorizem essa vitória os deixarão com a sensação de ter o dever cumprido.

Tacticians esperam sentirem-se espertos. Coloque problemas de lógica para que eles resolvam. Crie situações que o bom senso deve ser usado ao invés dos dados, como desarmar uma armadilha montando um quebra-cabeça. Por fim, quando eles planejarem algo que poderia funcionar, não seria justo como mestre frustrá-los.

Os Specialists possuem motivações que dependem do personagem criado. Ninjas e ladrões gostariam de agir furtivamente. Druidas ter a chance de convocar animais e extrair informações da floresta. Um mago encantador de poder realizar alguns encantamentos.

O Methodic Actor gosta de viver emoções intensas com os seus personagens. Explorar as suas desvantagens e a interpretação. Já os Storytellers preferem que a campanha tenha um fluxo rápido, como em um filme. Envolvê-los em subtramas onde suas ações fazem a diferença os recompensarão.

Por fim, você não precisa se preocupar muito com o Casual Gamer. Não o pressione e não dê responsabilidade para ele. Ele quer participar das ações dos outros, mas não ser o ator principal. Colocar uma demanda como a de Frodo nas mãos dele pode frustrar a você e aos outros jogadores quando ele faltar no clímax da aventura.

Uma vez conhecido os perfis de seus jogadores e suas motivações, vale a pena criar uma planilha com esses lembretes. Durante a sessão, verifique se você está criando elementos que possam suprir a necessidade de seus jogadores. Perceberá que à medida que eles conquistam aquilo que querem mais se divertem!

2 comentários:

  1. Sim, aprovo. Idealmente é isso, mas não esqueçamos que também o mestre tem que curtir sua própria campanha :-) Assim sendo, ele também precisa se incluir na lista dos "a serem satisfeitos" :-D ! --- Sergio

    ResponderExcluir
  2. Com certeza Sérgio, o mestre também tem que se divertir, pois eles é um jogador também!

    ResponderExcluir