Descent: Journeys in the Dark (Second Edition)


Dungeons Craw de primeira linha.
(por Filipe Dias)

No último mês, tive a oportunidade de conhecer mais um board game: Descent, da Fantasy Fligth Games. Um jogo esteticamente grandioso e que pode ser bom para aquelas tardes que parte do grupo falta e, você, Mestre do Jogo, precisa entreter seus jogadores.

Na metade entre um simples jogo de batalha e um RPG, Descent é um jogo de tabuleiro, onde um dos jogadores assume o papel de Overlord e os demais de corajosos aventureiros. Durante a partida, os jogadores devem colaborar entre si para frustrar os planos do Overlord e vencer as hordas de criaturas malignas controladas por ele. Em resumo, para quem conhece nosso famoso HeroQuest, sacou como o jogo funciona.


Os personagens são muito legais. Cada qual possui habilidades especiais e distintas. Seguindo a velha máxima do dungeons crawl, é importante ter um curandeiro no grupo. Isso porque, as criaturas controladas pelo Overlord são infinitas. Dependendo da quest, os inimigos são repostos no mapa a cada turno. Os personagens também não morrerem, eles ficam inconscientes quando seus pontos de vidas ficam negativos. Sem um curandeiro, se perde muito tempo curando sozinho, o que facilita a vitória para o Overlord.

Cada Quest tem um mapa e objetivos diferentes. A medida que o nível dos jogadores aumentam, as aventuras ficam mais difíceis, pois, as criaturas ficam mais poderosas. Descent, da Fantasy Fligth Games promete muitas tardes de diversão garantida. Basta pegar as fichas, sortear o Overlord e por no mapa.




Nenhum comentário:

Postar um comentário