Hammerblood 2 – Capítulo V


A vila amaldiçoada. (por F.L.Dias)


Elster e Nihill deixaram a caverna de Dasarath. Rapidamente, voltaram para a clareira onde Araor e Traver esperavam. Após atualizarem seus companheiros do que havia acontecido, partiram para Blacksmith.

- Por coincidência, iriamos para Blacksmith para encontrar o mercador que fez o cachimbo – falou Traver.
Ao cair da noite, ainda estavam longe da cidade, quando um jovem de cabelos negros e espada na cintura, sai detrás de uma arvore.

- Para onde vão – perguntou o jovem, dizendo se chamar Decker.

- Vamos para Blacksmith - falou Nihill.

- Retornem,pois a cidade está amaldiçoada. Quem não fugiu foi possuído pelo demônio ou foi morto.

- Viemos justamente para livrar a cidade da maldição – completou Nihill.

- Então, gostaria de ir com vocês, pois aquela é minha vila.

O grupo aceitou o apoio de Decker que contou sobre os ídolos e sobre a localização deles.
***
Do alto da colina eles avistaram a vila. Estava quase que totalmente escura, exceto por uma luz esverdeada no centro da vila.

Elster conjurou um olho mágico e o enviou para o local. Através da magia viu que os ídolos estavam encerrados em pedestais, cobertos por uma cúpula de vidro. A luz verde emanava deles e nove aldeões os adoravam.

Os ídolos deveriam ser encerrados na escuridão total. Com esse pensamento partiram para a vila. Ao entrarem encontraram sacos e cobertores em uma cabana abandonada. Ester fez tapetes mágicos para que ele e Araor pudessem flanquear a praça central. Nihill iria voando com eles. Traver e Decker tentariam atrair a atenção dos vilarinhos possuídos para que Nihill, Traver e Araor cobrissem os ídolos com os sacos.

A parte de trás da praça era cercada por uma paliçada. Quando Nihill, Araor e Elster se aproximaram do muro, suas mentes foram invadidas por vozes. Nihill caiu sobre o efeito da magia e foi possuído pelos ídolos. Elster voou em direção ao ídolo mais próximo, mas também foi possuído. Apenas Araor resistiu.

Enquanto isso, Traver e Decker entraram na praça tentando atrair os cidadãos que adoravam os ídolos. Das casas próximas, quatro adoradores saíram para atacá-los. O combate foi duro, pois os ídolos atacavam com magia, mesmo a longa distância.

Araor conseguiu quebrar o encanto que estava sobre Nihill. Corajosamente, Nihill voou até Elster e o afastou dos ídolos. Por sua vez, o halfling elevou a terra para cobrir os ídolos e os jogou na escuridão. Quando todos os ídolos foram cobertos, os cidadãos forma libertados do encanto.

3 comentários:

  1. Foi um resumo bacana, + faltou contar alguns detalhes + do combate na minha opnião. Tipo o Araor jogando um raio d poder máximo no peito d um arqueiro aldeão possuído "só pra incapacitar" (kkkk) e outras pérolas q rolaram depois (+ num vou dar spoil).

    ResponderExcluir
  2. Infelizmnete, não dá para postar fielmente toda a sessão! Daria um livro!

    Obrigado a todos que estão acompanhando a aventura e comentam sempre.

    ResponderExcluir