Hammeblood - Cap. VI - Quem procura, acha!

Após investigarem o laboratório alquímico, os aventureiros encontraram em um baú o livro alquímico de Yastromo. Entretanto, faltava a bola de cristal que Colossos, Nihill, Elster e Araor precisavam.

Eles resolveram investigar as outras dependências do segundo andar e quando entraram em um dos quartos, encontraram um halfling, já em idade avançada, escondido atrás da cama. Bonnie e Ahbran julgaram que o halfling poderia saber onde o mago guardava o artefato, assim resolveram interroga-lo.

Após alguns minutos de interrogatório, incrementado com as ameaças de Ahbran, o halfling falou que atrás do trono de Yastromo, no primeiro andar havia um alçapão secreto, onde o mago guardou a jóia.

Todos se encaminharam para a sala do trono e o halfling mostrou-lhes o local. Após investigarem, encontraram uma lajota solta e no fundo, havia uma caixa e um enigma numérico. Nihill não teve dificuldades em decifra-lo, pois se assemelhava a um jogo e Sodoku. Assim que decifraram, a caixa se abriu e dentro encontrava-se uma linda jóia de cristal.
***
Decidindo passar a noite na casa, o grupo se reuniu no saguão inferior. Colossos que fizera amizade com o halfling empenhava-se em protegê-lo das ameaças de Ahbran. Entretanto, mesmo com medo, o halfling preparou uma refeição para o grupo. Ele contou que seu nome era Fenton e havia sido escravizado pelo necromântico quando viera para Hammerblood com o objetivo de vingar sua falecida esposa.
***
Nihill, em seu turno de guarda ouviu um barulho em uma sala perto e resolveu investigar. Ao abrir a porta, ele empalideceu e começou a gritar de terror. Sentado à mesa estava Yastromo, a forma fantasmagórica do feiticeiro.

Todos acordaram e quando chegaram no local, encontraram apenas Nihill aterrorizado de frente para uma sala vazia. A noite, então, se tornou longa. Nihill jurava que vira o fantasma do mago e Colossos teve uma crise de insônia que durou toda a noite. Para completar, Araor acordava de tempos em tempos com alguém o chamando.

Ao amanhecer partiram para a vila. Bonnie e Ahbran foram vender os espólios conquistados e entregar o livro para o mercador que os haviam contratado. Entretanto, enquanto vendiam algumas armas, Ahbran tentou ameaçar a senhora Bertha, uma distinta senhora dona da única loja na vila. A mercadora, inconformada com as ameaças do mercenário o denunciou para a guarda da vila e após muita discussão, Ahbran e Bonnie foram parar nos calabouços de Eoul Hammerhand.

Enquanto isso, Araor, Colossos, Elster e Nihill resolveram partir o mais rápido possível para entregar a jóia  para a feiticeira Berdel. (por F.L.Dias)

4 comentários:

  1. Ótima continuação!

    deverias pensar seriamente em produzir um e-book com esta história, sábio druida.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Odin, vou começar o projeto! Estou escrevendo uma história no universo cyberpunk, mas essas aventuras podem render o primeiro ebooK!

    ResponderExcluir
  3. Esta história vai t d td. Ação, suspense, e até comédia, dada a quantidade d asneiras q esse grupo tem feito (kkkk). + vc tá d parabéns Druida, ponho fé num e-book desta campanha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala José, pena que não jogou! Teríamos muitas cenas cômicas!

      Excluir