Os Bons Ladrões

Para você que gosta de interpretar um ladino, tem certas regras para que ele saia perfeitamente bem, e não fique parecendo com qualquer larapio pé de chinelo por ai, já que poderia roubar o pó mágico do mago Merlin sem que esse perceba.

Ladrões pode ser a classe mais divertida em qualquer sistema. Parta obter um ótimo resultado representando um, é interessante pensar em alguns pontos durante o processo de criação do personagem. Aqui vão algumas dicas para que você encaixe seu ladino da melhor forma possível.


  1. Nenhuma outra classe oferece ao jogador tamanha diversidade de dons e habilidades como os ladinos. Com um pouco de trabalho, o jogador pode criar qualquer coisa, desde um cruel assassino, até um esperto gatuno.
  2. Você pode conversar com seu mestre antes de montar o personagem, esse lhe orientará sobre qual tipo de ladrão se encaixará melhor na aventura. Um ‘trombadinha’ não é muito apropriado para uma campanha onde os personagens são convidados a beber junto a realeza, em um palácio. Qualquer jogador que planeje conduzir um ladrão particularmente incomum deve estar certo de que deixou isso claro para o mestre antes de iniciar a criação do personagem.
  3.  Habilidades: Qualquer ladrão que se preze, desde um ‘trombadinha’, até o famoso assassino impiedoso precisam de duas coisas: Destreza e Furtividade Altas! Ladrões são dotados de destreza para a realização de seus atos furtivos, quanto maior a destreza, melhor a chance de se sair bem no teste. Mas o ladrão também pode ter altos pontos em outras habilidades. Um ladino com altos níveis de Força e Constituição pode ser um Saqueador, orientado para combater, ou um poderoso membro de um guilda. No entanto, outros bons atributos (Inteligência, Sabedoria, Carisma ) poderiam resultar num bom guarda-costas.
  4. O modo com o qual o jogador distribui os pontos de habilidades em roubo do seu ladrão depende da definição que esse personagem terá: Um ladrão furtivo deveria passar os pontos na sua maioria para Esconder-se nas sombras, mover-se silenciosamente, enquanto outro ladrão poderia se especializar em bater carteiras ou abrir portas.
  5. Além de várias habilidades dos ladrões, um jogador pode aperfeiçoar seu personagem pela seleção cuidadosa de especialidades. Um espião deve ser dotado de dons como disfarce e leitura labial, quanto que um receptor vai querer, sem duvida ser um mestre avalista ( para identificar o melhor lote) ou lapidador. Além dos dons óbvios sugeridos pelo próprio jogador para seu personagem, é sempre uma boa idéia selecionar uma ou duas especialidades extras que darão ao personagem uma personalidade distinta. Por exemplo, imagine se um gatuno escolhe adestramento de animais e posteriormente manda seu furão treinado averiguar se uma determinada casa escolhida tem alguém. Tal personagem será o mais interessante de jogar caso o jogador o considere uma criatura Noctívaga.
  6. Escolhendo armas, armaduras e equipamentos: Um personagem pode ser facilmente reconhecido pelo equipamento que carrega. Um punguista freqüentemente evita usar qualquer armadura, para não chamar atenção, enquanto que um batedor aventureiro não deve ser encontrado sem ela. Um ladrão normalmente carrega uma arma pequena funcional: adagas de arremesso, espada curta, punhais, estiletes. Já um assaltante vai brandir uma arma grande e assustadora. Um jogador deve sempre escolher um equipamento apropriado para a função do personagem.
  7. Na maioria das vezes, ladrões de todos os tipos vão querer viajar na luz do dia, dependendo sobretudo de sua habilidade e jogo de cintura. O equipamento especial para sua classe, como a gazua (gancho para abrir fechadura), pesa muito pouco. Todo o jogador deve pensar duas vezes antes de fazer seu ladrão carregar muito equipamento – afinal, isso pode diminuir muito o lote de saque que o ladrão pode carregar.

Manhas da profissão
Depois que o jogador tenha criado seu ladrão, o desafio realmente começa. Devido às habilidades especiais e desvantagens da raça, jogadores que representam ladrões terão em mente um número de pontos importante durante o jogo:
  1. Ainda que não sejam páreos para guerreiros em combate manual, os ladrões são mortais quando atacam em emboscadas. Dependendo do tipo do ladrão que se está conduzindo, as variações de ataques serão muitas. A surpresa, entretanto, será um elemento importante. Um assassino ou ninja, vai freqüentemente surgir das sombras para degolar pescoços com uma faca ou punhal. Um ladrão que agir como batedor deve sair com um arco curto ou um dardo envenenado. Muitos ladrões podem desenvolver com o decorrer do tempo uma “marca registrada” para os outros ficarem sabendo quem foi responsável por um determinado crime, espalhando assim sua reputação.
  2. Um dos papéis mais comuns representados por ladrões em grupos de aventura é o de batedor. Isso é bem razoável, pelo fato dos ladrões poderem se movimentar em silêncio e evitarem ser vistos, eles são capazes de surpreender, atraiçoar e prender seus inimigos antes mesmo que os companheiros percebam. Claro, há grandes perigos associados a esse papel. Se o ladrão falhar ou não notar uma armadilha, sofrerá sérios efeitos do erro. Em muitos casos, uma armadilha apenas machucaria um robusto guerreiro, mas pode até matar um ladrão.
  3. Quando agir como um batedor, o jogado deve evitar ao máximo os riscos desnecessários e deve evitar combates sempre que possível. O uso freqüente de habilidades como Achar e remover armadilhas, esconder-se nas sombras e mover-se silenciosamente fará maravilhas para a expectativa de vida do personagem.
  4. Claro,uma das coisas que o ladrão faz de melhor é roubar. Isto pode significar o corte da bolsa de um mercador, destrancar a fechadura de segurança de um cofre, ou simplesmente armar uma cilada para os marinheiros.
  5. Ao invés de visar o saque, o ladrão freqüentemente usa seus talentos para suprir as necessidades do grupo. Exemplos: O grupo foi preso, o ladrão pode encostar no xerife e roubar-lhe a chave sem que o mesmo perceba; o grupo se depara com um abismo, o ladrão pode escalar o penhasco do outro lado, ficar um cravo e criar uma ponte de corda para eles atravessarem. Vale lembrar que nenhuma dessas ações está livre de perigos. Ao mais, o erro do ladrão pode ser recompensado com uma morte rápida. Mas é como dizem, se é fácil, não vale a pena fazê-lo. (por Lola)

3 comentários:

  1. Galera, o ladino proporciona ao grupo a realização de trabalho em equipe que não seja combate. Ele pode preparar, por exemplo, armadilhas para que o grupo não seja seguido pelos inimigos ou cuidar da segurança de uma casa. Lembra, os melhores ladrões de pirâmides eram justamente aqueles que as construiriam!

    ResponderExcluir
  2. o ladrao proporciona ao jogador muita diversao mas como o guerreiro é primeiro a colocar a cara na reta, ou melhor se falhar dependendo da situação estara sozinho respondendo pelos danos causados a terceiros ou na pior das hipotes conversando com o diabo

    ResponderExcluir
  3. Com certeza... Se num combate os guerreiros tombarem primeiro, o ladrão tem poucas chances. Mas pelo menos ele tem muita destreza para esquivar a maior parte dos golpes ou para sair correndo!!!!! rsrsrsrsrsrsrs

    ResponderExcluir